domingo, 11 de noviembre de 2007

Una mañana

Imagen digital de Luadosul
Apenas he abierto los ojos,
me desperezo lentamente,
la lluvia canta en las chapas,
que esconde el sol naciente.
Un toc toc suena a mi puerta
un "buen día" con cariño
me regocija, me alegra
verme en tus ojos de niño.
Tú!, hombre que me enloqueces,
que me tienes por tu reina,
mereces lo que no tengo,
mi yo, te doy en ofrenda!

En lo gris de la mañana,
con café recién molido,
recibo un beso escapado
y por flores las caricias
de esas manos que me hablan
de pasiones y de abrigo,
de quien como susurrando,
sin ser poeta, ni parecido,
me regala un universo
y suelta un verso escondido
para revivir mis mañanas
diciendo....
- Qué lindo es estar contigo!

7 comentarios:

J. Monteiro dijo...

Que lindo poema de amor!
Feito com teu coração...
Ainda tem muito mais sabor...
Quando feito com essa emoção!

Parabens linda Poetisa
Me curvo e beijo tua mão

MIMO-TE dijo...

Obrigada pela visita e comentário no meu blog.

Vim conecher-te e gostei, belo poema de amor e devoção.

Mimos e beijo em ti

Palavras ao vento dijo...

Que lindo momento este...
Musicalidade em cada verso em que falas do teu amado...

Mais uma vez... os meus Parabens querida poetisa!

Beijinhos.

Teresa David dijo...

LINDOS POEMAS QUE LI. PARABÉNS. OBRIGADA PELA VISITA. VOLTAREI.
BESOS
TD

O Profeta dijo...

Um coração que segue em silêncio
Colinas, cumeeiras, doce aroma de pão
Descanso na paixão, caminho nela
Quantas estações, tem o coração?

Boa semana


Mágico beijo

oceanus dijo...

Lindo este poema em que falas muito para além do coração.
E as imagens? Muito belas.

Sigue adelante.
Gracias

do fundo do Oceanus

JOSÉ NEVES dijo...

Uma verdadeira prova de amor, que bonito este poema.

Parabéns, um beijo.